Tag Archives: Rede BVS

La Biblioteca Virtual de Pediatría en Argentina fortalece sus acciones en red

La Organización Panamericana de la Salud y los centros cooperantes de la Biblioteca Virtual de Pediatría en Argentina mantuvieron su primer encuentro anual para trazar líneas comunes de cooperación.
Buenos Aires, 14 de Abril de 2015.- La primera reunión de la Biblioteca Virtual en Pediatría 2015 se llevó a cabo en las instalaciones de la Biblioteca y Centro de Conocimiento del  Instituto Arcis – Fundación Hospitalaria, con representantes de las siguientes bibliotecas y centros cooperantes:

  • Centro de Investigaciones Endocrinológicas Dr. César Bergadá, Prof. Susana Mancini
  • Fundación Hospitalaria – ARCIS, Lic. Catalina Iannello
  • Hospital de Niños Pedro de Elizalde, Lic. Analía Carbajal
  • Hospital de Pediatría Garrahan, Prof. Azucena Guerrero
  • Hospital Dr. Noel Sbarra, Lic. Fernanda Aztigarraga
  • Hospital Ramón Sardá, Bibl. Marina Ibarra
  • Sociedad Argentina de Pediatría y Hospital de Niños Ricardo Gutiérrez, Bibl. Carolina Rodríguez

La reunión contó también con la presencia de la Lic. Marcela Rocca, representante legal de Arcis – Fundación Hospitalaria, como institución anfitriona y con el Lic. Flavio Hazrum, del Centro de Gestión del Conocimiento de OPS/OMS Argentina, como organismo que ofrece estrategias de cooperación técnica en el país, en el marco del desarrollo de las iniciativas conjuntas con BIREME.

bvsped_reunion_2015-1

Fue un punto de encuentro donde los participantes abordaron temáticas comunes de trabajo, como ser: diagnosticar el estado actual de las bases de datos de cada una de las bibliotecas cooperantes; establecer mecanismos de trabajo para facilitar el procesamiento de los materiales bibliográficos disponibles; crear un catálogo colectivo de las publicaciones periódicas recibidas; planificar instancias de capacitación en el manejo de la metodología LILACS para bibliotecarios y de acceso a fuentes de información para usuarios; y, preparar la Matriz de Responsabilidades de la BVS Pediatría, conforme lo establecido por BIREME.

Durante la reunión se confirmó el decidido apoyo técnico de la OPS/OMS para las actividades de la Red, considerando los estándares de calidad establecidos por la Metodología LILACS – Literatura Latinoamericana y del Caribe en Ciencias de la Salud, informándose que actualmente se está llevando a cabo la migración de la BVS Argentina, lo que facilitará a futuro la actualización de la misma. A partir de ello, se estableció un calendario de instalación y actualización del software para el manejo de las bases de datos y otras actividades  bibliotecológicas, cuyo objetivo es unificar los registros para que formen parte de BVS Pediatría y BVS Argentina.

bvsped_reunion_2015-2Se reforzó asimismo la necesidad de establecer mecanismos de trabajo conjunto con la Academia de Medicina en la identificación y seguimiento de la indización de las revistas científicas del área de pediatría, salud materno-infantil y del adolescente.

Se reconoció además la fortaleza que brindan estos foros presenciales para dar seguimiento, intercambiar ideas y pensar en forma conjunta las mejores propuestas de trabajo para mantener la base de datos pediátrica y la BVS Pediatría con información académica de calidad y actualizada, y brindar un mejor servicio al equipo de salud, en el ámbito académico, de investigación, para la atención en los servicios y en toma de decisiones.

Fonte: http://www.paho.org/arg/index.php?option=com_content&view=article&id=9866%3Abiblioteca-virtual-pediatria-argentina-fortalece-acciones-en-red&catid=663%3A-gestin-de-la-informacin-y-el-conocimiento-cientifico&Itemid=224

Construcción de un nuevo portal para la Red de la Biblioteca Virtual en Salud (BVS) / BIREME

Estamos preparando un nuevo Portal para la Red de la Biblioteca Virtual en Salud (BVS) / BIREME. Un espacio para el profesional de la información que actúa cooperando con los productos y servicios de la BVS. Como parte esencial de la red, le invitamos a compartir sus expectativas y deseos, así como a colaborar con la construcción de este nuevo espacio de intercambio, perfeccionamiento e interacción entre los miembros de la Red.

 

Su cooperación es muy importante para la construcción de este espacio, así que, pedimos que conteste el cuestionario disponible en http://goo.gl/forms/KuuSMbDwJA. No tomará más de 10 minutos.

 

Agradecemos su cooperación,

 

Equipo BIREME

Development of a new Portal of the Virtual Health Library (VHL) Network

We are developing a new Portal of the Virtual Health Library (VHL) Network / BIREME. It shall be a space for you, information professional, who cooperates on a daily cooperating with VHL products and services. As an essential part of the Network, you have been invited to share your expectations and wishes and to collaborate with the development of this new space of sharing,
improvement and interaction for members of the Network.

 

Your cooperation is very important to build this space. We only ask you to answer a brief survey
available at http://goo.gl/forms/y2bCnnhX0Y . It will not take more than 10 minutes.

 

We appreciate your cooperation,

 

BIREME’s team

Abertas as inscrições para o curso online da Metodologia LILACS 2014

Até o dia 17 de agosto de 2014 estão abertas as inscrições para o Curso Online da Metodologia LILACS 2014, o curso é dirigido aos bibliotecários da rede BiblioSUS, rede LILACS Brasil e instâncias da BVS Brasil.

Com carga horária estimada de 60 horas, seu objetivo é capacitar e atualizar profissionais da informação na aplicação da Metodologia LILACS para a gestão da rede, descrição bibliográfica, indexação de documentos científico-técnicos da área da saúde e colaboração com a base LILACS, além de estimular a troca de experiências entre os integrantes da rede nos diversos estados do país.

A duração das atividades ocorre de 01 de setembro a 03 de outubro, havendo a disponibilidade de 40 vagas.

O processo seletivo, assim como a metodologia, avaliação e emissão de certificados podem ser averiguados em: http://lilacs.bvsalud.org/blog/2014/07/21/curso-online-da-metodologia-lilacs-2014/

BIREME realiza reunião online para fortalecimento da base de dados LILACS

No próximo dia 18 de dezembro (quarta-feira), às 14horas, ocorrerá uma sessão virtual com o objetivo de socializar o debate sobre os desafios e perspectivas da base de dados LILACS, além da proposta para formação de Grupos de Trabalhos e aprimoramento de sua metodologia.

A discussão se inicia com a Rede Cooperante da Lilacs no Brasil, sendo realizada em português.

A LILACS é a principal fonte de informação da BVS e visa o controle bibliográfico da melhor literatura científica e técnica publicada na região da AL&C. Somado a isso, contribui para ampliar a visibilidade dessa produção e para a melhoria da qualidade das publicações científicas e técnicas.

Agenda:

14h00 – 14h15 – Apresentação sobre os desafios e perspectivas da base de dados LILACS

14h15 – 14h30 – Proposta para formação de Grupos de Trabalhos e metodologia de trabalho

14h30 – 14h50 – Discussão com os participantes

14h50 – 15h00 – Encaminhamentos

 

Dados para conexão:

Dia: 18 de dezembro 2013 (quarta-feira)

Horário: 14h00

Sala Elluminate 1: https://sas.elluminate.com/m.jnlp?sid=1110&password=M.25DA9CB7D1F4C487D227EC8A13D09A

 

Nota:

– Para realização dos testes de som e áudio, solicitamos a entrada na sala Elluminate 10 minutos antes do início da reunião.

,

Minicongresso da BVS Integralidade

A organização de uma biblioteca virtual, a definição de descritores, a visibilidade da informação, o uso da tecnologia e a disposição online de material científico. Esses foram alguns dos desafios discutidos durante o 1º Minicongresso da BVS Integralidade, que aconteceu nos dias 9 e 10 de abril, na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

 

Dezenas de bibliotecários e outros profissionais da informação, representantes da BIREME, OPAS, Fiocruz, IMS-UERJ, Ministério da Saúde e diversas instituições parceiras da Rede estiveram presentes ao evento, que abrigou ainda a 7ª reunião dos Comitês Consultivo e Executivo da Biblioteca Virtual em Saúde Integralidade.

 

O Minicongresso foi marcado ainda pela definição da Matriz de Responsabilidades – documento que estabelece as responsabilidades das instituições no projeto – e pelo lançamento do selo “BVS Integralidade – Tô dentro!” “A integralidade é importante de per si”, disse o diretor da BIREME, Adalberto Tardelli, que participou de todo o Minicongresso. “É essencial estar discutindo essa temática como modelo de organização de uma rede”. Tardelli sinalizou com a possibilidade de haver uma subárea específica para o conceito de Integralidade. Para Sandra Infurna, bibliotecária do Lappis, todo o movimento que vem sendo feito pela BVS Integralidade tem ajudado a dar visibilidade à temática.

 

Durante todo o Minicongresso, muito se discutiu sobre a complexidade da terminologia e dos vários descritores na informação em ciências da saúde. O coordenador da Política Nacional de Humanização (PNH), Gustavo Nunes, participou da mesa “Integralidade em Saúde: contribuições de um conceito para a sistematização da informação em saúde”.

 

O Minicongresso terminou com a discussão da Matriz de Responsabilidades, atividade conduzida pela coordenadora adjunta da BVS Integralidade, Elysângela Dittz Duarte (Escola de Enfermagem da UFMG), e com uma avaliação geral feita pelos participantes.

 

Na quarta-feira, ainda, antes mesmo do início do Congresso, bibliotecários que integram o Comitê Executivo da Biblioteca Virtual em Saúde – Integralidade participaram de um treinamento sobre a utilização de plataformas e suportes para informação em saúde. O treinamento foi ministrado por Luciana Danielli de Araújo (Icict/Fiocruz) e Sandra Infurna (Lappis-IMS/UERJ). Participam do treinamento bibliotecários da UFF, UNIVASF, UFRG, UERJ (CBC/CBB), FGV, UEA e ESPJV/FIOCRUZ.

 

Para ler a matéria na íntegra, acesse: http://www.lappis.org.br/site/noticias/116-destaques/832-minicongresso-da-bvs-integralidade.html

,

“BVS Tô Dentro!”

Durante o 1º Minicongresso da BVS Integralidade, que aconteceu nos dias 9 e 10 de abril, na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) na cidade do Rio de Janeiro-RJ, foi lançado o selo “BVS Tô Dentro!”, uma iniciativa do Lappis e da Rede BVS Integralidade, em parceria com o Ministério da Saúde e Icict/Fiocruz. A coordenadora do Lappis e da BVS Integralidade, Roseni Pinheiro, apresentou o selo, que brinca com a linguagem informal para fazer um convite à inclusão.

 

De acordo com Roseni, a ideia é justamente envolver as pessoas no debate em torno da sistematização da informação em saúde e da disseminação do conhecimento. “Essa é uma chave para incluir, para promover um intercâmbio de encontros”, disse. “Estamos pensando maneiras de dar visibilidade e comunicabilidade à saúde em rede”.

 

O que é a BVS Integralidade em Saúde

A Biblioteca Virtual em Saúde temática Integralidade reúne fontes de informação de forma organizada e integrada por critérios de seleção, análise e disseminação da informação científica e técnica relevante, articulando o trabalho compartilhado com instituições envolvidas na temática.

 

Essa BVS atua em quatro áreas: Atenção em Saúde; Cuidados Integrais em Saúde; Políticas, Planejamento e Administração em Saúde; e Saúde e Sociedade. Tem como objetivo proporcionar o acesso equitativo e estimular o uso da informação científica e técnica, relacionada à Integralidade no país.

 

Fonte: http://www.lappis.org.br/site/noticias/116-destaques/834-qbvs-to-dentroq.html

Biblioteca Virtual de Psicologia do Uruguai é certificada

A Biblioteca Virtual em Saúde – Psicologia, da União Latino-Americana de Entidades de Psicologia do Uruguai (BVS-Psi ULAPSI Uruguai) foi certificada pela BIREME (Centro Latino-Americano de Informação em Ciências da Saúde), no último dia 10 de agosto de 2012.

A BIREME “é um centro especializado da Organização Pan-Americana da Saúde / Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), orientado à cooperação técnica em informação científica em saúde e está localizada no Brasil, no campus central da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), desde a sua criação, em 1967, conforme acordo entre a OPAS e o Governo do Brasil.[1]

A BIREME desenvolveu o modelo de Biblioteca Virtual, no ano de 1998, modelo este que vem sendo utilizado pela área de Psicologia,  Biblioteca Virtual em Saúde – Psicologia (BVS-Psi Brasil), desde o ano 2000, sendo expandido para os demais países da América Latina, sob a coordenação da União Latino-Americana de Entidades de Psicologia (ULAPSI), desde 2003.

Desde então foram criadas Bibliotecas Virtuais de Psicologia na Colômbia (2005), Peru (2006),Argentina (2007), Uruguai (2011) e Paraguai (2012), formando uma rede temática e regional para reunião, organização e disponibilização de informação de qualidade na área.

As Bibliotecas Virtuais de Psicologia são enlaçadas em uma plataforma de busca integrada, chamada BVS-Psi ULAPSI. O objetivo é a integração e compartilhamento do conhecimento científico e técnico desenvolvido pelos países latino-americanos em uma única fonte de informação de acesso aberto e qualificada para a formação, atualização profissional e apoio à pesquisa em Psicologia.

O processo de certificação confirma que uma BVS foi avaliada pelas equipes da BIREME/OPAS/OMS e que, por respeitar os critérios estabelecidos pelo Modelo da Biblioteca Virtual em Saúde para gestão e publicação de informação em saúde, foi considerada como referência para outras iniciativas da Rede BVS.

“É importante destacar que a certificação de uma BVS pressupõe um compromisso das instituições cooperantes de garantir a qualidade de seu conteúdo e a continuidade e atualização permanente de suas fontes de informação.” Informa o site da BIREME.

Rumo a certificação das demais instancias de Bibliotecas Virtuais de Psicologia.

Por: Maria Imaculada Cardoso Sampaio


[1] http://new.paho.org/bireme/index.php?option=com_content&view=article&id=37&Itemid=55&lang=pt